Receita para abrir um restaurante em 10 passos

A receita para abrir um restaurante em 10 passos

O seu maior sonho é abrir um restaurante, mas não sabe por onde começar? Da iluminação à localização, da legislação ao sistema de faturação — tudo conta.

Veja as dicas que temos para si: é (quase) tão fácil como fazer um bolo.

    1. Faça um estudo de mercado — Conheça todos os ingredientes 

      É importante conhecer o mercado e o que já existe para nos podermos diferenciar. Faça você mesmo uma pesquisa ou consulte uma empresa especialista. Saiba os nomes, os conceitos e onde a sua concorrência está localizada e posicionada.

    2. Encontre um conceito — Amasse bem a ideia

      Depois de um estudo de mercado e de perceber que área deve explorar, encontre um conceito para o seu restaurante.

      Pode querer ter um restaurante que só confeciona pratos com picante, pode optar por fundir na sua cozinha dois países do mundo: ter um conceito bem definido permite que os clientes tenham noção do que esperar do restaurante. Além disso, vai ajudar a estruturar e organizar melhor todos os passos seguintes.

    3. Escolha um nome — Passe o que já existe

      O nome deve ser diferenciador, original e deve ficar no ouvido.

      Não se esqueça de verificar se o seu nome e marca ainda está disponível e depois disso, não se esqueça de o registar.

    4. Pense nos pratos que vai confecionar — Descasque um menu

      Depois de definir o conceito pode começar a pensar no menu. Deve perceber se os pratos que irá escolher definem o conceito escolhido. Também é preciso perceber e analisar que ingredientes quer utilizar e onde os irá comprar.

      Todos os produtos devem ser frescos e de boa qualidade, uma vez que isso se reflete no prato: experimente contactar fornecedores locais e faça-lhes uma proposta.


    5. Escolha o melhor local — Peneire a localização

      Depois de escolher uma zona do seu agrado, veja se há outro restaurante por perto. Zonas com residências e escritórios são privilegiadas devido ao fluxo de pessoas.

      Tenha em atenção a proximidade com transportes públicos e o estacionamento. Há zonas difíceis de estacionar que podem complicar a ida a um restaurante.

    6. Dê especial atenção ao espaço — Fermente o ambiente

      O ambiente é outro aspeto que está também relacionado com o conceito escolhido. É necessário escolher a decoração, mobília, iluminação, louça, talheres, copos e música ambiente de acordo com o público-alvo.


    7. Escolha bem os funcionários — Dê uma pitada de qualidade ao serviço

      Assim como a comida deve ser adequada, o serviço de atendimento também precisa estar alinhada com a forma com a qual irá interagir com os clientes. Os seus funcionários não são apenas quem irá lidar diretamente com o público, mas também quem irá trabalhar na cozinha e noutros sectores.

      É importante analisar o perfil dos potenciais consumidores para escolher os melhores empregados. Não se esqueça — ter empregados motivados normalmente resulta em clientes muito satisfeitos.

    8. Tenha cuidado com a legislação — Cuidado para não queimar

      Há muitas leis que devem ser seguidas e estão constantemente a ser atualizadas.

      Entre números e decretos que trocam os olhos a qualquer empreendedor, preste especial atenção ao Decreto-Lei 10/2015 que regula as condições básicas de instalação, funcionamento e de serviço do seu futuro restaurante. Mantenha-se atento e comece da melhor forma.

    9. Tenha um bom sistema de faturação — Dilua os problemas com um software de gestão

      Se vai ter um restaurante, vai começar a gerir muitas coisas ao mesmo tempo. Escolha um bom sistema de faturação e otimize o seu tempo e custos. Há sistemas bastante intuitivos e integrados que podem ajudá-lo bastante nesta tarefa.

    10. Elabore um plano de negócios — Não deixe a sua ideia em banho-maria

      Todos os negócios precisam de um plano. Depois de analisar todos os pormenores deverá ser feito um levantamento do capital a ser investido em equipamento, obras, decoração. No fundo, estudar a viabilidade do negócio.

      Tenha em conta todos os fatores, principalmente no prazo de retorno do investimento e o capital necessário. O sucesso ou o fracasso do seu restaurante vai depender da forma como o planeia, por isso não salte esta etapa.

      Se depois de ler estes 10 pontos ainda sentiu mais vontade de realizar o seu sonho, não perca tempo.

      Estes são os primeiros passos, mas tem muito trabalho pela frente. Ponha as mãos na massa!

Deixar um comentário

Sliding Sidebar